Especialista afirma que mapeamento de processos é diferencial para aumentar patamar de empresas - universobpm

Segundo o especialista, o mapeamento de processos é primordial para as empresas porque a extrema competividade do mercado faz com que isso seja um diferencial.

O especialista em segurança da informação Sérgio Kojima, da ServDigital, explica que o mapeamento de processos é primordial para as empresas. Isso porque a extrema competitividade do mercado faz com que isto seja um diferencial na organização, proporcionando maior compreensão do processo.

Um dos pontos positivos destacados é a maior eficiência na tomada de decisão. “Com o mapeamento de processos é possível visualizar a trajetória do processo dentro da organização, como as atividades e seus responsáveis, os elementos – mão de obra, recursos – e esforços necessários. Sendo assim, além de reconhecer o que melhorar, o mapeamento otimiza tempo e deixa mais eficiente a tomada de decisão”, explica o especialista.
 
Além disto, o mapeamento ajuda a padronizar o processo, aumentar a produtividade, melhorar a qualidade de entrega do produto e/ou serviço e obter maior satisfação dos clientes, segundo o especialista.
 
“Com a padronização do processo, através de uma documentação, por exemplo, é possível manter um padrão de qualidade de serviço e/ou produto a ser entregue ao cliente. Além disso, com o mapeamento de processos os colaboradores terão um conhecimento maior sobre a organização e sobre o processo, evidenciando problemas a serem melhorados. Dessa forma a empresa se torna mais eficaz, melhora o desempenho e, por consequência, alavanca seus resultados”, acrescenta Sérgio.
 
O especialista elenca abaixo os principais passos para a automatização de processos com uma solução de software BPM:
 
1 – Converse com os donos dos processos
Antes de automatizar processos já existente devemos entender o negócio por trás, suas regras e motivos de ele ser do jeito que é.
 
2 - Envolva no debate da solução de GED/BPM, pessoas de diferentes áreas do negócio, tendo como foco gerar comprometimento com a causa. Representantes da Qualidade, Recursos Humanos, Administração, Financeiro são alguns que devem estar presentes.
 
3 – Identifique os gargalos
Após a implementação de processos muitas atividades que antigamente eram manuais passam a ser mais eficientes, mas ainda assim sempre há espaço para melhorar. Por exemplo, se um funcionário faltar, o processo para?
 
4 – Planeje a automação
O que precisamos para automatizar processos? Será necessário desenvolvimento? Aquisição de novos sistemas? O sistema com o qual preciso integrar permite este tipo de integração?
 
5 – Implantação
Hora de implementar a automação. Realize treinamentos com os usuários afetados, explique a mudança e como ela melhorará no seu dia a dia. É muito importante que os usuários afetados entendam o motivo e os benefícios. Lembre-se que o pior inimigo é a falta de entendimento!
 
6 – Monitore
É muito importante monitorar o comportamento das automações criadas. Com o monitoramento conseguiremos as métricas necessárias para justificar os possíveis gastos gerados e mostrar ao público estratégico a importância destas automações.
 

A disciplina e os sistemas de BPM vieram para preencher uma lacuna importante deixada pelo ERP, com uma visão orientada a processos, integrações e gestão, visando permitir o controle ponta a ponta de todo o trâmite de dados, documentos e informações da empresa e de forma integrada. Portanto, eles devem ser considerados em qualquer estratégia de transformação digital, iniciativas paperless (menos papel), ou simplesmente com o objetivo de evolução de patamar no que tange ao efetivo controle de qualquer negócio, tendo em mente o seu componente mais essencial: os processos estão em todos os lugares.
 
Principais características de um BPM:
 
O BPM executa tarefas com ações amigáveis e configuradas, sempre focando nos dados da atividade em execução e mostrando o que o usuário precisa saber, sem exageros ou informações desnecessárias, com possibilidade de busca de informações previamente existentes nos sistemas legados e entregando de forma efetiva apenas o insumo necessário que o usuário precisa para fazer seu trabalho. Além disso, os processos tornam-se mais rápidos porque a interação é simplificada e as tarefas são comunicadas por e-mail, dashboards e/ou smartphone.
 
Além disso deve permitir através da tecnologia atualmente existente no mercado que os usuários tenham mobilidade em seu dia a dia através do uso de smartphone para executar tarefas, colaborar sobre os ativos corporativos, preencher formulários, realizar aprovações, publicar e consultar documentos entre várias outras facilidades possam ser aplicadas no contexto de negócio de sentido de dar fluidez, agilidade e produtividade ao trabalho do dia a dia. Desse modo, os envolvidos têm diversos meios de acompanhar todas as etapas e têm conhecimento dos prazos e tempos gastos.

 

Fonte: Olhar Direto

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no Whatsapp

MAIS DA CATEGORIA Notícias

Notícias

Executivos elencam os principais fatores na gestão de inovação em pequenas, médias e grandes empresas

Notícias

A ex-professora Joelma de Castro criou negócio de sucesso em uma cidade norueguesa de 18 mil habitantes

Notícias

Harry Robinson, sócio sênior da McKinsey, explica quais são os elementos necessários para conduzir um processo de mudança bem-sucedido e aumentar a competitividade.


{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Precisa de ajuda? Entre em contato!
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação!